Citação de citação: uso do termo apud

Apud significa “citado por”. É usado quando se deseja utilizar uma citação que está presente em uma obra. Assim, o “apud” expressa que você não acessou diretamente a fonte, mas sim um texto que usou aquela citação.

Nesse sentido, é muito importante procurar na lista de referências as informações da obra citada e tentar encontrá-la, tanto para dar créditos ao autor original, quanto para se certificar da informação.

Nossa recomendação é que se prefira sempre citar a obra original, evitando o uso da citação de citação. Entretanto, se for necessário utilizar, veja o nosso exemplo:

normas-3

Para saber mais sobre normalização, consulte o Guia para elaboração de trabalhos acadêmicos das Bibliotecas UCS!

Anúncios

Saiba mais sobre os treinamentos gratuitos e online da EBSCO

A base de dados EBSCO disponibiliza todo mês treinamentos sobre conteúdos, ferramentas e recursos que irão te auxiliar em suas pesquisas.

Confira no site os próximos treinamentos. Você também pode acessar os treinamentos gravados da EBSCO.

Fica a dica para o treinamento desse mês:

EBSCOhost: básico

Esta sessão é uma sessão de nível básico e está dirigida principalmente para estudantes, professores, pesquisadores e/ou empregados de biblioteca. A duração é de 30 min e cobrirá os seguintes pontos: visão geral da interface EBSCOhost, pesquisa básica, filtros, página de resultados, ferramentas e site de ajuda. Após uma tolerância de 5min, a sessão será cancelada caso ninguém compareça.

Dia: 30 de abril de 2018

Horário: 16h (horário de Brasília)

Link para Registro

 

 

Como citar os autores – Normalização de Trabalhos Acadêmicos

A normalização de trabalhos acadêmicos é uma parte importante das produções universitárias e muitas perguntas aparecem nesse momento.

Pensando nisso, resolvemos elaborar um conteúdo esclarecendo as principais dúvidas sobre as regras da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), além de dicas e informações.

Preparado para a primeira dica?

NORMAS-1Para saber mais, consulte o Guia para elaboração de trabalhos acadêmicos ou entre em contato com a biblioteca através das redes sociais, do email bice@ucs.br ou do telefone (54) 3218-2173.

 

 

No Dia Nacional do Livro Infantil, visite o acervo das Bibliotecas UCS

DIA LIVRO INFANTILA leitura estimula a imaginação, a curiosidade e é uma grande aliada no desenvolvimento infantil. Pensando nisso, as Bibliotecas UCS contam com um acervo de livros infanto-juvenis, reunindo cerca de 10 mil exemplares.

Não perca a oportunidade: uma tarde na biblioteca com as crianças pode se tornar um ótimo passeio!

Por que é comemorado neste dia?

18 de abril foi oficializado em todo o Brasil como o Dia do Livro Infantil em homenagem ao escritor brasileiro José Bento Monteiro Lobato, criador de personagens inesquecíveis, como Emília, Pedrinho e Narizinho. Monteiro Lobato nasceu em 18 de abril de 1882.

Fonte: Biblioteca UCS, Fundart

Se aproxime ainda mais da música popular brasileira através do songbook da Funarte

Songbook online (2)Estudantes, professores, instrumentistas amadores e profissionais e entusiastas do universo dos sons, em todas as partes do mundo, poderão, a partir de agora, se aproximar ainda mais da música popular brasileira com um simples clique. A Fundação Nacional de Artes (Funarte) lançou o Songbook Online Internacional, uma compilação de cerca de 1,2 mil partituras com algumas das mais representativas obras de nossa musicografia, já disponíveis de forma gratuita no site da instituição.

As partituras somam mais de 4 mil páginas e foram divididas em nove volumes: três de música popular, três de música de concerto e três de banda de música. Nas edições de música popular, por exemplo, há canções de nomes como Chiquinha Gonzaga, Tom Jobim, Chico Buarque e Milton Nascimento. Já na seção de música para concerto são apresentadas obras de compositores como Ernesto Nazareth, Edino Krieger e Carlos Gomes. Por fim, os volumes de música de banda trazem composições de boa parte dos artistas apresentados nas outras seções, mas com partituras específicas para conjuntos musicais.

Baixe os volumes da coleção no site da Funarte:

Música Popular

Partituras Brasileiras Online – Música Popular – Vol. 1

Partituras Brasileiras Online – Música Popular – Vol. 2

Partituras Brasileiras Online – Música Popular – Vol. 3

Música de Concerto

Partituras Brasileiras Online – Música de Concerto – Vol. 1

Partituras Brasileiras Online – Música de Concerto – Vol. 2

Partituras Brasileiras Online – Música de Concerto – Vol. 3

Bandas de Música

Partituras Brasileiras Online – Bandas de Música – Vol. 1

Partituras Brasileiras Online – Bandas de Música – Vol. 2

Partituras Brasileiras Online – Bandas de Música – Vol. 3

Fonte: Violão Brasileiro e Funarte

Sem tempo? Saiba como agilizar a devolução de livros

 

Para facilitar e agilizar a devolução de livros, utilize o balcão de devoluções localizado na recepção da Biblioteca Central. Ele funciona de segunda a sexta, das 8h às 22h40min. Mas fique atento: materiais atrasados devem ser devolvidos no balcão de atendimento, localizado no interior da biblioteca.

Na recepção você também encontra dois computadores para a consulta ao catálogo on-line da biblioteca e para a renovação dos materiais.

Como publicar em revistas internacionais: treinamento gratuito e online

A editora Emerald realizará sessões de treinamento do Guia para Publicar no Portal de Periódicos da CAPES! O objetivo é apoiar pesquisadores brasileiros a publicar em revistas internacionais. A primeira sessão acontecerá nesta quarta-feira, participe!

2018_EMERALD_INSIGHT_CAPES_GGP_11_04

Esperamos a sua visita!

Cópia de comunidadeAs Bibliotecas UCS são abertas a toda a comunidade. Você pode utilizar os espaços de estudo e o acervo para a consulta local, desde que respeitando as normas das Bibliotecas. Na recepção, é necessário apresentar um documento com foto e o CPF.

As Bibliotecas UCS possuem unidades em oito cidades. A Biblioteca Central está localizada na cidade de Caxias do Sul. Confira o horário de atendimento de cada biblioteca e visite-nos!

Conheça a nova interface de operação da SciELO

Uma nova interface online está sendo implantada em todas as coleções nacionais e temáticas da Rede SciELO.

A interface opera na estrutura clássica do SciELO: o primeiro nível é a rede de coleções nacionais e temática, o segundo são as coleções de periódicos, o terceiro são os periódicos e o quarto, os artigos.

A seguir destacamos a principais características da nova interface em comparação com a interface atual:

1. Composição visual com foco na operação intuitiva das funções de cada tela e da navegação entre telas.

2. 1

A lista alfabética e a lista temática dos periódicos da coleção apresentam os títulos com diferentes links de acesso direto às páginas institucionais do periódico e às ocorrências dos números da coleção. Essa solução agiliza o acesso aos diferentes tipos de conteúdo dos periódicos.

3.2

Estas funcionalidades são particularmente importantes para a operação do sumário dos periódicos com publicação contínua, pois permite que os artigos de diferentes seções sejam apresentados juntos pela seção ou por data de ingresso.

 

4.3

Interoperação com outras aplicações e módulos da plataforma do SciELO para a execução das funções comuns.

5. 44

Formatação da página dos artigos orientada à leitura.

Texto adaptado: Scielo

Você sabia que na Biblioteca Central tem salas de estudo com TVs?

Salas de estudo com TV (4)As Bibliotecas UCS proporcionam diversos ambientes de estudo, e na Biblioteca Central você encontra mais uma ótima opção: salas de estudo com TVs. A biblioteca também oferece cabos HDMI para você conectar o seu notebook e aproveitar as facilidades.

As salas de estudo são destinadas para grupo de duas ou mais pessoas aos usuários vinculados à UCS, de acordo com o regulamento. Para ter acesso, você deve retirar a chave das salas no Balcão de Atendimento.

 

 

 

com cabo hdmi

Posso doar livros para as Bibliotecas UCS?

doação 2 (3)Sim, você pode! Mas há alguns detalhes importantes que você deve ficar atento:

  • Não são aceitas doações nas bibliotecas sem prévia avaliação. Para a avaliação do material, deverão ser preenchidos o termo de doação e a lista de materiais com as informações dos títulos a serem doados.
  • O termo de doação e lista de materiais preenchidos devem ser encaminhados para o Setor de Aquisição da Biblioteca Central (impressos) ou para o e-mail bice@ucs.br (on-line).
  • O termo de doação precisa ser entregue assinado pelo doador.

 

O que aconteceu em 2017 no Sistema de Bibliotecas da UCS

2017 (2)O Sistema de Bibliotecas da Universidade de Caxias do Sul é composto por 11 bibliotecas, integradas e coordenadas pela Biblioteca Central. Em 2017, a nossa equipe trabalhou muito e a dedicação pode ser vista nos resultados obtidos no ano. Para você entender o que fizemos e conhecer alguns dos serviços oferecidos e das etapas que fazem o livro chegar até você, vamos mostrar alguns números:

Começamos com os números do setor de atendimento, que está mais próximo de você. No ano passado foram realizados aproximadamente 130 mil empréstimos de materiais na Biblioteca Central e mais de 54 mil materiais consultados (tudo o que você utilizou dentro das bibliotecas mas não retirou). Nos ajude a manter esse número o mais exato possível deixando os materiais consultados nas mesas ou nos espaços vazios das prateleiras.

Quando você precisar de algum material de outra biblioteca, utilize o empréstimo interbibliotecas. A solicitação é feita no UCSvirtual e você retira e devolve o livro na biblioteca de sua preferência. Em 2017, foram recebidos e enviados 1.600 materiais por esse serviço. O setor também organizou a Black Friday, com 290 participantes e 934 obras devolvidas.

Oferecemos em todas as bibliotecas oficinas de bases de dados, oficinas de normalização e visitas guiadas. No ano passado foram 162 desses treinamentos e envolveram 3.379 alunos. As bases de dados são ótimas fontes acadêmicas, e contamos com a Revista dos Tribunais, Plenum, UpToDate e Portal de Periódicos da Capes.

Na aquisição priorizamos os livros digitais das plataformas Minha Biblioteca e BVU. Foram aproximadamente mil exemplares físicos adquiridos e mais de 1.500 exemplares de periódicos recebidos só na Biblioteca Central, além das renovações e novas assinaturas. Conseguimos também comprar livros por meio dos cheques-presente, uma opção na hora de pagar a multa da biblioteca e que retorna diretamente aos alunos. O setor participou ainda de seis visitas do MEC e administra as redes sociais: Facebook, Instagram, YouTube, Twitter e o blog, que obteve 170 mil visualizações e 120 mil visitantes no ano passado.

O processo técnico cataloga, indexa e classifica os materiais bibliográficos. Foram 10.451 registros novos, 53.466 registros alterados, além das autoridades e exemplares novos e alterados. O setor é o responsável pelo registro das produções científicas da graduação e da pós-graduação da Universidade no Repositório Institucional. Em 2017 foram registrados cerca de 2 mil produções.  Em 2017, o blog do Processo Técnico alcançou cerca de 44 mil visualizações e mais de 23 mil visitantes. O setor também organizou as campanhas: Quem ama cuida, Campanha do Agasalho e Natal Solidário.

A restauração tem como principal função recuperar as obras danificadas do acervo e disponibilizá-las o mais rápido possível para você. Muitas vezes, os livros necessitam de restauro por causa do uso, do desgaste do tempo e do mal manuseio (livros riscados, molhados, rasgados, etc). Foram restaurados 2.934 exemplares. O setor também é o responsável pela higienização dos acervos e o acondicionamento das Coleções Especiais e das Obras Raras.

E não pense que acabou: em 2017 teve muito mais estatísticas, dados, projetos e dedicação de toda a equipe das Bibliotecas UCS! E 2018 já começou com muitas novidades. Prepare-se para o que vem por aí!

Passo a passo: acesso remoto via CAFe ao Portal de Periódicos da CAPES

A Universidade de Caxias do Sul possui conteúdos assinados no Portal de Periódicos da Capes. Se você tem vínculo ativo com a UCS, utilize o acesso remoto via CAFe para dispor de todo o conteúdo mesmo estando fora da instituição. Confira o passo a passo:

acesso-cafe-3

Como reservar os materiais | Bibliotecas UCS no Youtube

Você precisa de um material, mas ele está emprestado? Então faça uma reserva!

No vídeo Reserva de Materiais você irá aprender como reservar o livro, para que quando ele retorne a biblioteca, você possa retirá-lo. Você encontra ainda as respostas para as seguintes dúvidas: em qual posição estou na fila de espera? Quantos materiais posso reservar ao mesmo tempo? Posso cancelar a minha reserva? Receberei algum aviso quando o exemplar estiver disponível?

Você também pode realizar a reserva nos computadores de consulta ao catálogo das Bibliotecas UCS. E não se esqueça: sempre que precisar de ajuda, a equipe da biblioteca está à disposição para atendê-lo!

 No canal do Youtube das Bibliotecas UCS  você encontra ótimas dicas e explicações de como usar os serviços oferecidos nas bibliotecas. Na última quarta-feira de março você irá conhecer um pouco mais sobre como acessar os e-books através do catálogo. Não perca!

Quer conhecer mais sobre as bases de dados que irão te ajudar nas suas pesquisas?

Participe do evento! Link para inscrição
workshop 2 (2)

10 perguntas e respostas para facilitar a rotina acadêmica

10 perguntasEntender o universo científico não é tarefa fácil, até mesmo para quem está inserido nesse mundo há algum tempo. São muitas siglas, nomenclaturas e organizações envolvidas. A boa notícia é que existem investimentos para facilitar o dia a dia, como o Portal de Periódicos da CAPES.

O fato é que quanto mais buscamos informações, mais questionamentos aparecem. Posso submeter minhas produções científicas ao Portal de Periódicos? O que é o Currículo Lattes? Para que serve o código ISSN? Chegou a hora de esclarecer essas e outras temáticas que geram dúvidas na comunidade acadêmica:

1. O que é o Portal de Periódicos? Ele produz conteúdo?

O Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) é uma biblioteca virtual e não uma editora. Isso significa que não produz conteúdo científico, não regula e não desenvolve revistas científicas.

Para dúvidas sobre como criar uma revista científica, os usuários devem contatar organizações como a Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC). A CAPES não fornece orientações sobre esse assunto, considerando que não é uma agência reguladora ou fiscalizadora de periódicos.

Casos de periódicos predatórios também devem ser relatados às entidades competentes, como a ABEC, a Open Access Scholarly Publishers Association (OASPA), a Society of Scholarly Publishing (SSP), a European Association of Science Editors (EASE), o Council of Science Editors (CSE) e a National Association of Science Writers (NASW).

2. Existe diferença entre o uso do Portal de Periódicos e das bases de dados?

Por ser uma biblioteca, o Portal de Periódicos reúne coleções de diversos editores nacionais e internacionais. Isso significa que são oferecidos recursos de pesquisa para os usuários, mas os links encontrados nos resultados sempre vão direcionar o pesquisador para a página de um editor.

As formas de busca do Portal nem sempre serão semelhantes às ferramentas oferecidas pelos editores. Em caso de dúvidas, o ideal é procurar o bibliotecário da sua instituição. Além disso, a CAPES oferece gratuitamente treinamentos online para uso dos recursos disponíveis no Portal.

3. Existe diferença entre o Acesso CAFe e o Meu Espaço?

São dois serviços distintos e independentes um do outro. O Acesso CAFe é um serviço de responsabilidade da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) que permite o acesso remoto ao acervo do Portal de Periódicos. Por meio desse recurso, o usuário pode acessar os conteúdos assinados pela CAPES de qualquer lugar e a qualquer hora, basta estar conectado à internet. Saiba mais sobre a CAFe

Por outro lado, o “Meu espaço” é uma área administrada pela equipe do Portal de Periódicos e oferece vários recursos, que permitem ao pesquisador montar seus próprios conjuntos de busca, salvar e criar alertas de pesquisas e guardar seus conteúdos preferidos em um espaço virtual permanente. O cadastro é opcional e sem vínculo ao “Acesso CAFe”, tendo login e senha diferentes para cada serviço.

4. O que são gerenciadores de referências?

Ferramentas como EndNote, Mendeley e outras são softwares para acadêmicos usarem na gravação e na utilização de citações bibliográficas. Esses recursos não são gerenciados pela CAPES. De toda forma, ajudam o pesquisador em tarefas como: reunir referências bibliográficas automaticamente a partir de bases de dados; formatar manuscritos e citações instantaneamente de acordo com as normas vigentes; gerar bibliografias; criar e organizar um banco de dados de pesquisa pessoal de referências, imagens e PDFs; entre outras funções.

5. O que é o Currículo Lattes? Ele é administrado pela CAPES?

O Currículo Lattes é uma ferramenta do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e não tem vínculo com a CAPES. Segundo a agência, o recurso “se tornou um padrão nacional no registro da vida pregressa e atual dos estudantes e pesquisadores do país”. Ele faz parte da Plataforma Lattes, que integra bases de dados de currículos, de grupos de pesquisa e de instituições em um único sistema de informações. Saiba mais

6. Qual a diferença entre o Banco de Teses e Dissertações do IBICT e o Catálogo de Teses da CAPES?

Também são dois serviços distintos. A Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD) do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) integra os sistemas de informação de teses e dissertações existentes no país e disponibiliza para os usuários um catálogo nacional em texto integral. O IBICT coleta e disponibiliza os metadados (título, autor, resumo, palavra-chave etc.) e direciona o usuário ao documento original, que permanece na base da instituição de defesa.

Enquanto isso, o Catálogo de Teses e Dissertações da CAPES é um sistema de busca bibliográfica que reúne e disponibiliza a versão digital de teses e dissertações produzidas pelos programas de doutorado e mestrado reconhecidos. O conteúdo em texto completo contempla documentos a partir de 2010, enquanto há registro somente de metadados de anos anteriores. Tanto os metadados quanto os arquivos completos são informados diretamente à CAPES pelos programas de pós-graduação, que se responsabilizam pela veracidade dos dados.

7. O que são índices bibliométricos? Eles são definidos pelo Portal de Periódicos?

Os índices bibliométricos são indicadores de produção e disseminação do conhecimento, bem como acompanhamento do desenvolvimento de áreas do conhecimento e padrões de autoria, publicação e uso dos resultados de investigação de produção científica. A partir desses índices, são realizadas qualificações que levam em conta uma série de aspectos.

O Portal de Periódicos não define e não gerencia nenhum tipo de índice bibliométrico, apenas disponibiliza acesso a alguns deles aos usuários, como é o caso do Fator de Impacto, provido pelo Journal Citation Reports (JCR), da Clarivate Analytics. Outros exemplos de métricas em vigor são o Índice H, a avaliação Qualis e o CiteScore, da editora Elsevier.

8. A CAPES é responsável pela revalidação de diplomas?

Não. A competência pela revalidação de diplomas de pós-graduação expedidos por instituições de ensino superior estrangeiras é das universidades brasileiras que ministram cursos de pós-graduação reconhecidos na mesma área de conhecimento. O processo não passa em nenhum momento pelo Ministério da Educação (MEC) ou pela CAPES. A única responsabilidade da CAPES nessa atividade é de estabelecer orientações gerais e procedimentos relativos a reconhecimento de diplomas de pós-graduação stricto sensu no Brasil.

Para facilitar o entendimento e o acesso a dados sobre o assunto, o MEC disponibiliza o Portal Carolina Bori, que reúne informações para orientar e coordenar o processo de revalidação/reconhecimento de diplomas estrangeiros.

9. Como é feita a concessão de ISSN para periódicos? E de ISBN para livros? Quem faz é a CAPES?

O ISSN (International Standard Serial Number) é o código aceito internacionalmente para individualizar uma publicação seriada. O número é único e exclusivo do título ao qual foi atribuído. Por ser um código único, o ISSN identifica o título de uma publicação seriada durante todo o seu ciclo de existência, seja qual for o idioma ou suporte utilizado (impresso, online, CD e demais mídias). Sua concessão é feita pelo IBICT, que desenvolve desde 1975 as funções de Centro Nacional da Rede ISSN. A CAPES não tem vínculo com a atividade.

Na mesma linha, o ISBN (International Standard Book Number) é um sistema internacional padronizado que identifica numericamente os livros segundo título, autor, país e editora, individualizando-os inclusive por edição. Utilizado também para identificar software, seu sistema numérico é convertido em código de barras, o que facilita a circulação e a comercialização das obras.

O sistema ISBN é controlado pela Agência Internacional do ISBN, que orienta, coordena e delega poderes às agências nacionais designadas em cada país. No Brasil, a Biblioteca Nacional representa a Agência Brasileira desde 1978, com a função de atribuir o número de identificação aos livros editados no país. O serviço, assim como o ISSN, não conta com participação da CAPES.

10. Como fazer parte do Portal de Periódicos?

Possuem acesso livre e gratuito ao conteúdo pessoas vinculadas às instituições participantes do programa. A Universidade de Caxias do Sul faz parte do Portal de Periódicos da CAPES.

A definição dos critérios de seleção está em consonância com os objetivos da CAPES de democratizar o acesso à informação científica, fortalecer os programas de pós-graduação no país e incentivar os investimentos em excelência acadêmica nas instituições de ensino e pesquisa no Brasil.

Professores, pesquisadores, alunos e funcionários não vinculados que desejam acessar o Portal de Periódicos devem procurar a biblioteca da instituição participante mais próxima. Além disso, o Portal coloca à disposição de todos os brasileiros um amplo conteúdo de acesso livre, que inclui bases de dados nacionais e internacionais selecionadas. Saiba mais

Fonte: CAPES

Fontes internacionais de acesso livre a informação

computer-2561477_960_720 (1).jpg

No site do Sistema de Bibliotecas UCS você encontra sugestões para pesquisa de informações sobre as mais variadas áreas. Abaixo listamos  algumas fontes internacionais e de acesso gratuito a informação:

 

Centre International de Recherches et d’Etudes Touristiques – CIRET:  Base de dados internacional, voltada às áreas do turismo, lazer e recreação.

DOAJ – Directory of Open Access Journals: Diretório de acesso livre onde está disponibilizado o texto completo, de forma gratuita, de publicações acadêmicas científicas do mundo todo.

ERIC: Base de dados desenvolvida pelo Departamento de Educação dos Estados Unidos, onde estão indexadas as mais importantes publicações na área de Educação. Contendo mais de 1 milhão de artigos indexados a partir do ano de 1966, onde mais de 100 mil artigos estão disponibilizados com o seu conteúdo na íntegra.

GEM – Global Entrepreneueship Monitor: Consórcio de pesquisa acadêmica sem fins lucrativos que tem como objetivo tornar disponíveis informações de alta qualidade sobre a atividade empreendedora mundial. GEM é o maior estudo único da atividade empreendedora no mundo.

HighWire:  Base de dados científica com mais de 2.085.017 artigos em texto completo gratuito. Uma divisão da Stanford University Libraries.

MedlinePlus: Mantido pela National Library of Medicine, é uma referência em informações sobre saúde. Apresenta informações sobre doenças, condições e as questões de bem-estar, de fontes confiáveis e atualizadas, em linguagem acessível e de forma gratuita.

National Geographic Education: Plataforma na área de geografia, ciência e estudos sociais.

Networked Digital Library of Theses and Dissertations – NDLTD: Base internacional de teses e dissertações.

Oxford Journals: Periódicos editados pela Oxford, com a sua coleção Oxford Open. Mais de 90 periódicos passam a fazer parte da coleção aberta.

PEDro:  Base de dados de evidência em fisioterapia. Em português.

PLoS – Public Library of Science:  A PLoS é uma organização sem fins lucrativos que publica texto científicos de acordo com o sistema open access.

Como acessar as plataformas de e-books Biblioteca Virtual Universitária e Minha Biblioteca

A Universidade de Caxias do Sul disponibiliza a comunidade acadêmica, o acesso gratuito a plataformas de e-books que facilitam a busca por pesquisa às mais atuais edições de milhares de obras.

Biblioteca Virtual Universitária e a Minha Biblioteca são as plataformas online que disponibilizam estes e-books, em português, abrangendo as mais diversas áreas do conhecimento.

Para utilizar estes serviços, basta entrar no UCS Virtual, clicar em biblioteca (no lado esquerdo da tela), em seguida e-books e por fim, selecionar a plataforma desejada.

Saiba como produzir resumo em língua vernácula e estrangeira em trabalhos acadêmicos

Nossa série de posts com dicas de trabalhos acadêmicos se despede de 2017 com mais dois tópicos de elementos pré-textuais. Saiba como produzir corretamente resumo em língua vernácula e estrangeira:

3.2.1.7 Resumo na língua vernácula
Elemento obrigatório conforme norma ABNT NBR14724:2011 que consiste na apresentação concisa do trabalho em língua portuguesa. Deve apresentar também as palavras-chave e/ou descritores relativos aos assuntos do trabalho acadêmico, logo após o resumo, conforme NBR 6028:2003. Esta norma estabelece as seguintes definições:

a) resumo crítico ou resenha: é redigido por especialistas, trata-se da análise crítica de um documento e não está sujeito a limite de palavras;
b) resumo indicativo: é a apresentação sintética dos pontos principais do documento, não apresenta dados qualitativos e quantitativos; não dispensa a consulta ao original;
c) resumo informativo: indica a finalidade, a metodologia, o resultado e a conclusão do documento, dispensa consulta ao original.

O resumo deve apresentar o objetivo, o método, os resultados e as conclusões do trabalho. Deve ser composto por frases concisas, afirmativas e não enumeração de tópicos. Recomenda-se:
a) o uso de parágrafo único;
b) digitação em espaço simples;
c) não usar recuo na primeira linha;
d) o uso na terceira pessoa do singular;
e) que a primeira frase seja significativa, explicando o tema principal do documento.

As palavras-chave devem figurar logo abaixo do resumo, com uma linha em branco, antecedidas da expressão “Palavras-chave” (em negrito, finalizada por dois pontos), separadas entre si por ponto e finalizadas também por ponto. Deverão ser selecionadas palavras que representam o assunto do documento, limitando seu uso ao máximo de cinco palavras.
O resumo deve conter de 150 a 500 palavras para os trabalhos acadêmicos (tese, dissertação, trabalho de conclusão e relatório técnico-científico). Para artigos é orientado que a extensão do resumo seja de 100 a 150 palavras.
Deve-se evitar:
a) símbolos e contrações que não sejam de uso corrente;
b) fórmulas, equações e diagramas, somente usar se seu emprego for imprescindível.
A Figura 16 apresenta o exemplo de um resumo construído na língua portuguesa:

3.2.1.8 Resumo em língua estrangeira
Elemento obrigatório, Figura 17, que deverá ser digitado em folha separada seguido das palavras-chave e/ou descritores, conforme os critérios de formatação detalhados no resumo de língua vernácula. O resumo em língua estrangeira é a tradução do resumo em língua vernácula para um idioma de divulgação internacional.

Para acessar o guia completo de Trabalhos Acadêmicos basta acessar o link. No ano que vem, voltaremos com mais dicas, tutoriais e instruções, fique ligado!

Programa de concessão de bolsas irá beneficiar estudantes de pós-graduação

A Universidade de Caxias do Sul implementará no início de 2018 um novo programa de concessão de bolsas, destinado aos estudantes de pós-graduação.

O programa será mantido com recursos da instituição e beneficiará 16 cursos de mestrado e 8 de doutorado, que reúnem, atualmente, cerca de 1200 pesquisadores, entre estudantes e professores, atuando em torno de 1000 projetos de pesquisa, que respondem pela formação profissional avançada e pela produção de conhecimento em áreas de relevância para a comunidade interna e externa.

Esta inovação irá fomentar e subsidiar projetos de pesquisa em áreas estratégicas e prioritárias para o desenvolvimento das comunidades, organizações e empresas que acreditam no conhecimento como fator de crescimento e buscam a expertise da Universidade para solucionar seus problemas ou para incubar ideias e projetos inovadores com potencial de realização.

Para mais informações, acesse o site oficial da UCS.

Foto: Daniela Schiavo