Quais foram os livros mais emprestados em novembro?

Confira abaixo as listas dos livros mais emprestados no mês:

Saiba mais sobre a biblioteca do Campus Vale do Caí

A biblioteca do Campus Universitário Vale do Caí (CVALE), localizada em São Sebastião do Caí, disponibiliza à comunidade acadêmica ambientes para estudo e pesquisa.

O acervo conta com mais de 21 mil exemplares, distribuídos entre livros acadêmicos, literatura em geral, periódicos e materiais multimídia, contemplando os principais cursos oferecidos no Campus: Administração, Ciências Contábeis e Direito. O espaço da biblioteca oferece aos usuários mesas para estudo e computadores com acesso à internet e ao catálogo online. Também há salas de estudo em grupo, armários guarda-volumes e expositores de jornais e revistas atualizados.

A biblioteca é climatizada e está à disposição dos alunos de segunda a sexta-feira, das 13h30min às 22h30min.

CVALE-Fotos

 

Dedicatória: de Mário Quintana para Gerd Bornheim

A coleção doada por Gerda Bornheim através de seu testamento para a Biblioteca Central da Universidade de Caxias do Sul conta com mais de 4 mil títulos e é composta por obras antigas, algumas datadas no início do século passado, além de textos em outras línguas como alemão, italiano, espanhol e francês. Dentro dos livros é possível encontrar cartões-postais, cartas e dedicatórias trocadas na época, além de linhas sublinhadas e anotações dos leitores.

Dentre os livros, destaca-se a “Nova Antologia Poética”, de Mário Quintana, com a dedicatória do autor: “Para Gerd, uma lembrança de seu amigo Mario Quintana. Rio, 12.4.82”.

Livro-Mario-Quintana

Gerd Bornheim, irmão de Gerda, foi um reconhecido filósofo brasileiro. Realizou importantes trabalhos sobre teatro e reflexão estética, que são referência fundamental para a apreensão e compreensão de diversos aspectos da área teatral, entre eles, o sentido do trágico, a estética brechtiana e o teatro contemporâneo. Como escritor, destacou-se pela densidade e clareza de sua análise crítica e, como conferencista, atraiu plateias numerosas por sua competência filosófica e capacidade de comunicação.

Fonte: Itaú Cultural

 

Você conhece a biblioteca do Campus de Nova Prata?

Localizada no Campus Universitário de Nova Prata, a biblioteca oferece ambientes para estudo e pesquisa e disponibiliza um amplo acervo para toda a comunidade.

Fotos-CPRA

A biblioteca conta com mesas de estudo, espaço para leitura com jornais e periódicos e computadores com acesso à internet e ao catálogo online. O ambiente conta ainda com uma sala de estudo próxima à biblioteca. O acervo possui mais de 21 mil exemplares e abrange as áreas dos principais cursos oferecidos pela Universidade em Nova Prata: Administração, Agronomia, Ciências Contábeis e Direito.

O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 13h30min às 22h30min.

 

 

Universidade portuguesa disponibiliza acervo online com 2500 livros sobre África e Oriente

Memória-d_África-e-d_OrienteA Universidade de Aveiro, por meio de sua biblioteca digital, oferece um acervo de mais de 2.500 livros de países e localidades lusófanos da África, América e do Oriente.

É possível encontrar obras sobre a história de Angola, Brasil, Cabo Verde, Goa, Guiné, Macau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor. Os livros remetem ao período em que estes locais foram colônias portuguesas.

O acervo faz parte do projeto “Memória d’África e d’Oriente”. Executado pela Fundação Portugal-África, pela Universidade de Aveiro e pelo Centro de Estudos sobre África e do Desenvolvimento (CESA) de Lisboa, o projeto conta com a participação de instituições de Cabo Verde, Goa, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe.

Além disso, graças a uma nova parceria com a Biblioteca Nacional portuguesa, mais 67 mil registros foram disponibilizados e deverão ser adicionados ao acervo em breve.

Fonte: Hypeness

Conheça a biblioteca de Guaporé

O Campus Universitário de Guaporé ganhou, em 2016, um novo espaço no centro da cidade. A nova localização do Campus aproximou a biblioteca da comunidade acadêmica, facilitando o acesso ao acervo e aos ambientes de estudo e pesquisa.

O acervo da biblioteca inclui livros, revistas e periódicos nacionais e internacionais e materiais multimídia. O acervo possui mais de 32 mil exemplares e abrange as áreas dos principais cursos oferecidos pela Universidade em Guaporé: Administração, Ciências Contábeis e Direito. O ambiente conta ainda com mesas para estudo e computadores com acesso ao catálogo online.

O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 13h30min às 16h30min e das 17h30min às 22h30min.

Biblioteca-Guaporé

Conheça a Biblioteca de Farroupilha

Localizada no Campus Universitário de Farroupilha, a biblioteca oferece ambientes para estudo e pesquisa e disponibiliza um amplo acervo para toda a comunidade.

Fotos-CFAR

Em 2013, a biblioteca teve seu espaço físico ampliado, recebeu móveis novos e aumentou a quantidade de exemplares, melhorando a distribuição do acervo e gerando mais conforto aos usuários.

A biblioteca conta com salas de estudo em grupo, mesas de estudo individual, espaço para leitura com jornais e periódicos e computadores com acesso à internet e ao catálogo online. O acervo possui mais de 34 mil exemplares e abrange as áreas dos principais cursos oferecidos pela Universidade em Farroupilha: Administração, Ciências Contábeis e Direito.

O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 13h30min às 22h30min.

Fonte: UCS Notícias

Quais foram os livros mais emprestados em outubro?

Confira abaixo as listas dos livros mais emprestados no mês:

Biblioteca Central está com decoração especial do Dia das Bruxas

A Biblioteca Central preparou uma decoração especial para o Dia das Bruxas, com enfeites de abóboras, teias de aranha, fantasmas, morcegos e outros adereços “assustadores”. A data é  celebrada principalmente nos Estados Unidos, onde é chamada de Halloween. Mas hoje em dia ela é festejada em diversos outros países do mundo, inclusive o Brasil.

Fotos

Quando surgiu o Dia das Bruxas?

O Dia das Bruxas que conhecemos hoje tomou forma entre 1500 e 1800. Fogueiras tornaram-se especialmente populares a partir do Dia das Bruxas. Elas eram usadas na queima do joio (que celebrava o fim da colheita no Samhain), como símbolo do rumo a ser seguido pelas almas cristãs no purgatório ou para repelir bruxaria e a peste negra.

Outro costume do Dia das Bruxas era o de prever o futuro – previa-se a data da morte de uma pessoa ou o nome do futuro marido ou mulher. Em seu poema Halloween, escrito em 1786, o escocês Robert Burns descreve formas com as quais uma pessoa jovem podia descobrir quem seria seu grande amor.

No Brasil, desde 2003, também se celebra neste mesma data o Dia do Saci, fruto de um projeto de lei que busca resgatar figuras do folclore brasileiro, em contraposição ao Dia das Bruxas.

Fonte: BBC

Saiba mais sobre a Biblioteca do Campus de Vacaria

A biblioteca setorial de Vacaria é a terceira maior biblioteca do Sistema de Bibliotecas da UCS.

O Campus Universitário de Vacaria (CAMVA) possui dois Campus. A biblioteca setorial situa-se no Campus 2, onde são ministradas as aulas dos cursos de graduação, especialização, educação a distância e extensão. Os principais cursos oferecidos pela Universidade em Vacaria são Direito, Administração, Agronomia e Ciências Contábeis.

Biblioteca-Camva

A biblioteca de CAMVA possui um amplo acervo com mais de 80 mil exemplares, ambientes agradáveis para estudo e espaços para leitura com sofás. A biblioteca conta ainda com salas para estudo em grupo, mesas para estudo individual e computadores com acesso à internet e ao catálogo online.

O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 13h15min às 22h30min.

Plataforma gratuita reúne ensaios literários de intelectuais

Artepensamento

site Artepensamento (no ar desde 22/9), feito com o apoio do Instituto Moreira Salles, reúne ensaios e entrevistas desenvolvidos para os ciclos comandados por Adauto Novaes desde 1986, que debateram temas como a ética, o desejo, o olhar, a crise do Estado-Nação, entre muitos outros.

A plataforma digital deverá ter, quando finalizada, cerca de 800 ensaios filosóficos e políticos. Nesta primeira fase, apresenta 318 ensaios e a versão integral dos filmes produzidos para as séries de tevê Ética e O silêncio dos intelectuais.

Fonte: IMS

Você conhece a segunda maior biblioteca da UCS?

A biblioteca do Campus Universitário da Região dos Vinhedos é a segunda maior biblioteca da UCS e atende os cursos de graduação e especialização oferecidos pela Universidade em Bento Gonçalves.

Biblioteca-Carvi

Inicialmente localizada no bloco da administração do Campus, a biblioteca recebeu um prédio próprio em 2003. Os três pavimentos acomodam amplos espaços para leitura e pesquisa e um crescente acervo para toda a comunidade acadêmica. O prédio conta ainda com uma completa infraestrutura de serviços: salas para estudo em grupo, miniauditório, mesas para estudo individual, sala para pessoas com deficiência visual, elevadores para acessibilidade e computadores com acesso à internet e ao catálogo online.

O acervo da biblioteca inclui livros, revistas e periódicos nacionais e internacionais, materiais multimídia, mapoteca e uma coleção antiga de Diários Oficiais da União e do Estado do Rio Grande do Sul (os Diários também estão disponíveis no Portal Imprensa Nacional e no Diário Oficial RS).

A fim de incentivar e envolver os estudantes, a biblioteca desenvolve vários projetos, proporcionando bate-papos com autores da região, apresentações musicais e ambientes confortáveis que acomodam móveis decorados por alunos do curso de Design.

O horário de atendimento da biblioteca é de segunda a sexta-feira, das 7h45min às 11h25min e das 13h25min às 22h25min, e aos sábados, das 7h45min às 11h25min.

Conheça a biblioteca do Campus 8 – Cidade das Artes

Nesta semana iremos apresentar a biblioteca setorial do Campus 8, localizada no Centro de Artes e Arquitetura da UCS, na cidade de Caxias do Sul.

O Campus, conhecido também como Cidade das Artes, se destaca nas propostas artísticas e na participação da comunidade acadêmica em eventos e projetos. E a biblioteca não fica de fora, incentivando o envolvimento de estudantes em várias atividades, como a criação de pinturas murais e apresentações musicais.

O prédio da biblioteca possui características modernas, com áreas envidraçadas que permitem a integração do interior e exterior, valorizando a natureza do local. A biblioteca possui ainda exposição de xilogravuras, salas de estudo, mesas individuais e cadeiras decoradas por alunos.

O acervo da biblioteca abrange materiais dos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Visuais, Design, Design de Interiores, Moda, Música e também de outras áreas. O acervo inclui livros, revistas e periódicos nacionais e internacionais, vídeos de desfiles, coleção de filmes clássicos, partituras, entre outros.

Vale destacar o programa Arte na Escola, desenvolvido pelo Departamento de Artes em parceria com o Instituto Arte na Escola – Fundação Iochpe e que tem como finalidade contribuir na qualificação de processos educacionais em Arte. Os materiais do programa também fazem parte do acervo da biblioteca.

E para quem quer ficar por dentro das tendências, um dos mais importantes portais sobre o assunto faz parte das bases de dados das Bibliotecas UCS. A WGSN Lifestyle & Interiors é uma ferramenta global de previsão de tendências, design e desenvolvimento de produtos online, que se concentra nas necessidades das indústrias de interiores e residências.

A biblioteca está aberta de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 22h20min.

Você já imaginou como é o setor de Coleções Especiais e Obras Raras? Assista o vídeo

Localizado na Biblioteca Central, o setor de Coleções Especiais e Obras Raras é resultado de doações e compras e inclui obras das mais diversas áreas do conhecimento. O acervo conta com exemplares únicos, livros raros e manuscritos.

E você já imaginou como é esse setor? Para acabar com a curiosidade, preparamos um vídeo contando um pouco mais sobre ele. Se você quiser conhecer o setor pessoalmente, entre em contato conosco e agende uma visita!

Literatura na Serra Gaúcha: assista a produção da UCS Play

ucsplay 2A regionalidade na literatura pode ser explorada sob diversos pontos de vista. Desde as temáticas das histórias, que se relacionam com a região, até o sistema literário como um todo, que é desenvolvido em determinado local. João Cláudio Arendt, doutor em linguística e professor da UCS, coordena um grupo que pesquisa a literatura na Serra gaúcha. Neste vídeo, ele fala sobre as conquistas de autores da região e fatos que foram marcos importantes para esse sistema literário. Também relata situações contraprodutivas, como a censura a livros promovida pela imprensa nos anos 1940 e 1950.

Biblioteca Britânica disponibiliza espetacular coleção de itens em formato 3D

BRITISH-LIBRARYVirando as páginas (Turning the pages) é um programa de computador desenvolvido pela Armadillo Studios que permite bibliotecas e museus possam digitalizar livros, manuscritos e outros documentos em um formato 3D. Os leitores encontrarão a espetacular coleção de itens da Biblioteca Britânica digitalizada com este software. A coleção pode ser de especial interesse para estudos literários, estudos religiosos, historiadores e amantes de livros de todos os tipos.

Esta ampla coleção, que abrange séculos e gêneros, inclui destaques do caderno de Leonardo da Vinci; uma história manuscrita e ilustrada da Inglaterra, de autoria de Jane Austen, de treze anos; e diários mantidos por Robert Scott durante sua viagem final à Antártica em 1911 e 1912 (uma expedição que tragicamente terminou em sua morte). Além disso, esta coleção apresenta vários textos religiosos, o diário musical de Mozart e muito mais. Os itens são acompanhados por anotações detalhadas que fornecem contexto adicional para cada página. Acesse o link.

Fonte: CBBU

 

Saiba mais sobre a biblioteca do Programa UCS-LE Línguas Estrangeiras

Você já deve ter percebido que o Sistema de Bibliotecas da Universidade de Caxias do Sul é composto por várias bibliotecas localizadas em diferentes regiões. Atualmente, 11 bibliotecas fazem parte do sistema e elas estão presentes em todos os campi da universidade. Coordenadas pela Biblioteca Central, as bibliotecas setoriais oferecem apoio às atividades de ensino, pesquisa e extensão e acesso à informação a toda comunidade acadêmica.

Para você explorar todo o universo do Sistema de Bibliotecas, preparamos um conteúdo especial sobre a infraestrutura, os serviços e as curiosidades de cada biblioteca. No primeiro post, conheça a biblioteca do Programa UCS-LE Línguas Estrangeiras!

Localizada no Bloco L do Campus Sede, a biblioteca passou a fazer parte do sistema em março de 2016. Na entrada, um espaço aconchegante com sofás dá boas-vindas aos visitantes. Já no interior da biblioteca, há mesas para estudo e um acervo com materiais relacionados à área de línguas estrangeiras, como livros, periódicos e multimeios nos diferentes idiomas para consulta e empréstimo. 

A biblioteca está aberta nas segundas, quartas e sextas-feiras, das 12h30min às 16h e das 17h às 21h30min; e nas terças e quintas-feiras, das 13h30min às 17h30min e das 17h45min às 19h45min.

Quais foram os livros mais emprestados em agosto?

Confira abaixo as listas dos livros mais emprestados no mês:

Quais foram os livros mais emprestados em julho?

Confira abaixo as listas dos livros mais emprestados no mês:

No centenário de Nelson Mandela, leia um trecho da autobiografia “Um longo caminho para a liberdade”

mandelaEm homenagem ao centenário de Nelson Mandela, separamos um trecho da autobiografia “Um longo caminho para a liberdade”:

“Na vida, todo homem tem obrigações gêmeas: com a família, com os pais, com a esposa e os filhos; e também tem obrigações com o povo, com a comunidade e com o país. Numa sociedade humana e civilizada, cada homem é capaz de cumprir essas obrigações de acordo com as próprias tendências e capacidades. Mas num país como a África do Sul era quase impossível um homem de minha cor e com minha origem cumprir os dois tipos de obrigações. Na África do Sul, um homem negro que tentasse cumprir seu dever para com o próprio povo era inevitavelmente arrancado da família e de casa e obrigado a levar uma vida à parte, uma existência obscura de clandestinidade e rebelião. No começo eu não optei por colocar o povo acima da família, mas quando tentei servir a meu povo verifiquei que estava impedindo de cumprir as obrigações de filho, irmão, pai e marido.

Dessa forma, meu compromisso com meu povo, com os milhões de sul-africanos que eu jamais viria a conhecer nem a encontrar, era à custa das pessoas que eu mais conhecia e que amava acima de tudo. Era simples assim e no entanto incompreensível como quando uma criança pequena pergunta ao pai: ‘Por que você não pode ficar conosco?’ E o pai tem de proferir as palavras terríveis: ‘Há outras crianças como você, muitas, muitas delas…’ e a voz da gente fica embargada.”

O livro também é uma das sugestões de leitura de Barack Obama. Em viagem para o Quênia e para a África do Sul, o ex-presidente dos EUA aproveitou para fazer uma lista de férias de verão com seis livros de autores africanos ou sobre a África. A lista foi publicada em um post do Facebook de Obama.

Sobre o livro, Obama comenta: “A vida de Mandela foi uma das histórias épicas do século XX. Este definitivo livro de memórias traça o arco da sua vida a partir de uma pequena aldeia até aos seus anos de revolucionário, a sua longa prisão e, finalmente, sua ascensão a presidente unificador, líder e ícone global. Leitura essencial para quem quer entender a história – e depois mudá-la.”

Fonte: Diário de Notícias