ariano-1.jpg

Paraibano da capital João Pessoa, Ariano Suassuna nasceu em 16 de junho de 1927, era filho do então governador do estado João Suassuna e veio ao mundo nas dependências do Palácio da Redenção. Um ano depois, o pai deixa o governo e eles vão morar na cidade de Sousa. Com a Revolução de 1930, João Suassuna foi assassinado por motivos políticos no Rio de Janeiro, e a família mudou-se para Taperoá, onde assistiu sua primeira peça de teatro.

Em 1942, Ariano passou a viver em Recife onde mais tarde ingressou na faculdade de Direito formando-se em 1950, neste meio tempo, o autor escreveu sua primeira peça de teatro: Uma Mulher Vestida de Sol. A partir de 1956  Ariano dedicou-se à advocacia, sem abandonar, porém, a atividade teatral. São desta época O Castigo da Soberba (1953), O Rico Avarento (1954) e o Auto da Compadecida (1955), peça que o projetou em todo o país e que seria considerado“O texto mais popular do moderno teatro brasileiro”.

O escritor sempre foi interessado no desenvolvimento e no conhecimento das formas de expressão populares tradicionais e, no dia 18 de outubro de 1970, lançou o Movimento Armorial, com o concerto “Três Séculos de Música Nordestina: do Barroco ao Armorial”, também foi Secretário de Educação e Cultura do Recife de 1975 a 1978, doutorou-se em História pela Universidade Federal de Pernambuco, em 1976 e foi professor da UFPE, além disso, ele ocupou por 24 anos a cadeira 18 da Academia Brasileira de Letras.

Ariano Suassuna morreu em Recife, dia 23 de julho de 2014 aos 87 anos.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s