Conheça 38 palavras criadas por Shakespeare

shakespeare.jpg

A importância dos escritos de William Shakespeare para a história da Literatura mundial nós já conhecemos, porém, além disso, o escritor criou palavras e expressões em suas obras, que se popularizaram e são usadas por nós até os dias de hoje. Conheça quais são:

  – “Foregone conclusion” (“Conclusão precipitada”), em Otelo, o Mouro de Veneza;
– “For goodness sake” (Expressão menos cristianizada para “Pelo amor de Deus”), emHenrique VIII;
– “Good riddance” (Equivalente a “Já vai tarde”), em O Mercador de Veneza;
– “Neither here not there” (“Nem aqui, nem lá”), em Otelo, o Mouro de Veneza;
– “What’s done is done” (“O que está feito, está feito”), em Macbeth;
– “Break the ice” (“Quebrar o gelo”), em A Megera Domada;
– “Catch a cold” (“Pegar uma gripe”), em Cimbelino;
– “Uncomfortable” (“Desconfortável”), em Romeu e Julieta;
– “Manager” (“Administrador”), em Sonho de uma Noite de Verão;
– “Devil incarnate” (“Diabo encarnado”), em Tito Andrônico;
– “Dishearten” (“Sem coração”), em Henrique V;
– “Eventful” (Literalmente, “Cheio de coisas/eventos/acontecimentos”; usado para dizer, por exemplo, “Tive um dia cheio”), em Como Gostais;
– “New-fangled” (Algo como “Novo e já obsoleto”), em Trabalhos de Amores Conquistado;
– “Hot-blood” (“Sangue quente”), em Rei Lear;
– “Knock knock! Who’s there?” (“Toc toc! Quem bate?”), em Macbeth;
– “With bated breath” (“Com a respiração suspensa”), em O Mercador de Veneza;
– “Laughable” (“Risível”), em O Mercador de Veneza;
– “Negotiate” (“Negociar”), em Muito barulho por nada;
– “Assassination” (“Assassinato”), em Macbeth;
– “A heart of gold” (“Coração de ouro”), em Henrique V;
– “Fashionable” (“Elegante”), em Tróilo e Créssida;
– “Puking” (“Vomitar”; antigamente usava-se palavras mais rebuscadas como “Regurgitar” ou “Verter”), em Como Gostais;
– “Dead as a doornail” (Equivalente a “Mortinho da silva”), em Henrique VI, Parte II;
– “Not slept one wink” (“Não dormi nem uma piscada”), em Cimbelino;
– “Obscene” (“Obsceno”), em Trabalhos de Amores Conquistados;
– “Bedazzled” (“Estupefato”), em A Megera Domada;
– “Addiction” (“Vício”), em Otelo, o Mouro de Veneza;
– “Faint-hearted” (Equivalente a “Covarde”), em Henrique VI, Parte I;
– “Vanish into thin air” (“Desaparecer no ar”), em Otelo, o Mouro de Veneza;
– “Zany” (Equivalente a “bobo”), em Trabalhos de Amores Conquistado;
– “Lonely” (“Solitário”), em Coriolano;
– “Unreal” (“Irreal”), em Macbeth;
– “Epileptic” (“Epiléptico”), em Rei Lear;
– “Arch-villain” (“Arqui-vilão”), em Tímon de Atenas;
– “Bloodstained” (“Manchado de sangue”), em Tito Andrônico;
– “All of a sudden” (“De repente”), em A Megera Domada;
– “Come what, come may” (“Aconteça o que acontecer”), em Macbeth;

Nosso acervo contém diversas obras de Shakespeare, vale a pena conferir, não é?!

Fonte: Revista Galileu

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s