Mary Shalley, autora de Frankenstein, completaria 219 anos hoje

Frankjpg

Mary Wollstonecraft Shelley nasceu em Somers Town, Londres, em 30 de agosto de 1797. Apesar de ter sido criada em uma edução informal, o pai de Mary sempre a dotou e a incentivou a estudar sobre diversos assuntos, levando-a junto com seus irmãos a viagens educacionais; Mary também frequentava bibliotecas, frequentou um colégio interno, tinha educadora, um tutor, e leu vários livros infantis de seu pai sobre a história de Roma e da Grécia em manuscrito. Mais tarde casou com o poeta Percy Bysshe Shalley, que foi seu principal incentivador em suas obras.

Em viagem para Genebra, na Suiça, Percy e Mary entraram em debate sobre o filósofo natural  Erasmus Darwin, que disse ter animado matéria morta, tonando possível a viabilidade de retornar à vida um cadáver ou partes de um corpo. Este conto fez Bryan sugerir que cada um compusesse seu próprio conto sobrenatural e foi a partir disso, que Mary concebeu a ideia de Frankenstein, o publicando originalmente em 1818, aos 19 anos de idade. A autora morreu aos 53 anos, em 01 de Fevereiro de 1851.

A OBRA: 

Frankenstein, é um romance de terror gótico com inspirações do movimento romântico, a obra foi considerada o primeiro livro de ficção científica da história, o romance obteve grande sucesso e gerou todo um novo gênero de horror, tendo grande influência na literatura e cultura popular ocidental, sendo elencado junto à “Drácula” e o “Estranho caso de Dr. Jekyll e Mr. Hyde”, como as maiores obras do gênero na história.

Victor Frankenstein desde criança teve paixão por ciências naturais e estudava tudo sobre o assunto. Depois de muitos anos de estudo, ele resolveu que queria fazer algo que fosse memorável para a humanidade, algo nunca feito antes: construir um ser humano sem utilizar esperma ou óvulos. Para muitos, isso era um sonho impossível, mas não para Victor, que durante meses vasculhou cemitérios recolhendo órgãos para realizar sua façanha. Ao longo de todo o seu projeto, ele afastou-se completamente de sua vida social e após aproximadamente dois anos de um trabalho árduo, Victor finalmente conclui sua criatura, mas assim que ela acorda, ele se assusta com o monstro que criou. Ela era tão horrenda que o único impulso do criador foi ir para longe o mais rápido possível.

Passado este episódio, a criatura começa a atormentar Victor fazendo aparições esporádicas em sua casa, certo dia, ela resolve desaparecer e ir para a floresta, onde não tinha dificuldades para encontrar comida e, no meio desta floresta, encontrou uma casa com um celeiro ao lado. A criatura passou muito tempo nesse celeiro observando a família que morava na casa e com ela aprendeu a falar, ler, ter sentimentos e não apenas um monstro.

Depois de muito tempo observando essa família, a criatura decide falar com o senhor da casa, dizer que o amava e que queria ter uma família para chamar de sua. O velho se assusta, mas não consegue vê-lo, pois era cego, porém, ao chegarem em casa, seus filhos veem aquela cena estranha e acuam o monstro para fora da casa devido à sua tamanha aberração.

Sentindo-se rejeitado, até mesmo por seu criador, a criatura vai embora do celeiro para começar a matar os entes queridos de Victor, para que assim ele sinta a mesma dor que ele sentia por não ter uma família. O primeiro a ser atacado pelo monstro foi William, o irmão mais novo de Victor, ao receber uma carta de seu pai, Victor volta à sua terra natal, Genebra, para velar o irmão falecido.

Enquanto passeava pelas montanhas ele encontrou sua criatura, que estava completamente diferente desta vez: muito mais articulada do que quando Victor a abandonou. Ela diz que pretende sair da vida de Victor e de todos os seres humanos, mas com uma única condição: que ele construa uma fêmea para ela.

Mesmo muito relutante Victor aceita a condição imposta pelo monstro, retornando à sua família, ele encontra Elizabeth, uma amiga de infância a qual sempre amou e a pede em casamento. Logo após isso, ele volta com seu amigo Clerval para a Inglaterra e de lá vai para uma ilha onde começa a construir a fêmea para sua criatura, porém assim que começa seu novo projeto, ele resolve cancelá-lo com medo de que assim ele crie uma geração de monstros que assombrem a humanidade.

O monstro descobre o descumprimento do acordo e fica tão furioso que mata Clerval e Victor é incriminado pelo assassinato, mas consegue provar que não foi o autor e assim volta para a sua família em Genebra com Elizabeth, onde eles se casam. No mesmo dia vão para a lua de mel e na noite de núpcias, enquanto Victor sai para vigiar o lugar, o monstro aparece e estrangula a esposa de seu criador.

Desolado, Victor volta para casa e conta a notícia ao seu pai, que fica tão chocado que adoece e morre. Sem mais nenhum parente, Victor resolve ir à caça ao monstro, as pistas seguidas o levam ao Pólo Norte quando encontra um navio que o resgata, pois ele se encontrava com uma aparência muito doentia. Victor, mesmo muito fraco, consegue contar sua história ao Capitão do navio e logo depois morre. O Capitão se surpreende ao encontrar a criatura dentro da cabine do navio chorando pela morte de seu criador, então a promete continuar seguindo ao Norte e de lá não voltar mais, dando paz a todos os seres humanos.

frankenstein2,

“Eu vi o pálido estudante de artes profanas ajoelhado ao lado da coisa que ele tinha reunido. Eu vi o fantasma hediondo de um homem estendido e, em seguida, através do funcionamento de alguma força, mostrar sinais de vida, e se mexer com um espasmo vital. Terrível, extremamente assustador seria o efeito de qualquer esforço humano na simulação do estupendo mecanismo de Criador do mundo.”

Texto e Adaptação: Pedro Rosano

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s