Conferência, aberta à comunidade, será no dia 8 de março.

O filósofo e professor de literatura italiana da Universidade de Calábria, Nuccio Ordine, estará na UCS na próxima terça-feira, 8 de março, para lançar sua mais recente obra “A utilidade do inútil”, best-seller na Europa que chega agora ao Brasil pela editora Zahar, com tradução do professor Luiz Carlos Bombassaro, membro do Conselho Editorial da EDUCS. O lançamento será às 19h, no UCS Teatro, e às 19h45min, o filósofo faz conferência, com entrada franca, sobre “A utilidade dos saberes inúteis”.

Contra a visão utilitarista dos saberes, Ordine defende que só aquilo que está fora da lógica do lucro — as artes, a filosofia, a ciência — pode nos salvar da autodestruição. Ele fará sua conferência em italiano, com tradução do professor Luiz Carlos Bombassaro e mediação de Renato Henrichs, coordenador da EDUCS, e do professor Jayme Paviani.

A obra
Útil, segundo Ordine, é tudo aquilo que nos ajuda a ser melhores e melhorar o mundo. Sucesso de crítica e público, a obra “A utilidade do inútil” tem tradução em mais de 15 idiomas e mostra como a lógica utilitarista e o culto à posse acabam por murchar o espírito das pessoas, pondo em perigo não só a cultura, a criatividade e as instituições de ensino, mas também os valores fundamentais como a dignidade humana, o amor e a verdade.

No Brasil, para divulgar seu livro, Nuccio Ordine deu uma entrevista ao jornal O Globo, no dia 27 de fevereiro, onde afirma que “a única coisa que não pode ser comprada é o saber”.

O autor
Nuccio Ordine é professor de literatura italiana na Universidade de Calábria e atua como membro ou professor visitante em diversas universidades e institutos de pesquisa nos Estados Unidos e na Europa.

Com livros traduzidos para mais de 15 idiomas, dirige coleções de clássicos na Itália e na França e colabora com o jornal Corriere della Sera. É doutor honoris causa da UFRGS e um dos principais estudiosos da obra de Giordano Bruno, sobre quem escreveu “A cabala do asno” (2006, editado pela EDUCS) e “O umbral da sombra” (2009, pela Editora Perspectiva).

Trecho
O saber apresenta-se por si mesmo como um obstáculo ao delírio da onipotência do dinheiro e do utilitarismo. É bem verdade que tudo se pode comprar. De parlamentares a juízes, do poder ao sucesso, tudo tem seu preço. Mas não o conhecimento: o preço a ser pago para conhecer é de outra natureza. Nem mesmo uma assinatura num cheque em branco poderá nos dar a permissão de adquirir mecanicamente aquilo que é fruto exclusivo de um esforço individual e de uma paixão que não se esgota.
Leia as primeiras páginas do livro “A utilidade do inútil”, disponibilizadas pela editora Zahar.

Fonte: UCS

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s