Dicas para melhorar sua palestra/apresentação

Se você já tem uma apresentação oral para uma conferência preparada, mas não está satisfeito e quer melhorá-la, este artigo apresenta algumas dicas que talvez sejam úteis.

Só um alerta: não tente fazer isso nas vésperas da conferência. Trabalhe com antecedência para poder testar as modificações. Peça a opinião de colegas. Teste a apresentação com o seu grupo de pesquisa. Ganhe confiança no material antes de se aventurar.
As sugestões tentam seguir três princípios:
1) Respeito à duração da palestra
Se a palestra é de 12 minutos, não adianta tentar falar rápido para cobrir mais material, nem discutir tudo nos mínimos detalhes.
O ideal é falar com tranquilidade e segurança, passando uma mensagem clara. Isso requer um trabalho árduo durante a preparação da palestra, identificando a mensagem principal de cada slide.
A recomendação é apresentar por volta de 1 slide por minuto.
Lembre-se de que o objetivo da palestra é dar uma ideia geral do problema tratado, da solução proposta e dos resultados atingidos. Detalhes não essenciais podem sempre ser incluídos no artigo a ser submetido.
2) Respeito aos canais de comunicação
Quando você está assistindo a uma palestra, não te irrita quando o palestrante apresenta um slide cheio de frases compridas e ainda por cima fica falando em vez de deixar você ler?
Se isso te incomoda, é porque o palestrante não está respeitando os canais visual e auditivo da comunicação. As palavras escritas, apesar de apresentadas visualmente, são convertidas em uma “voz imaginária” e processadas pelo canal auditivo. Quando o palestrante fica falando ao mesmo tempo, esse canal auditivo fica saturado, o que dificulta a compreensão da mensagem. Ao mesmo tempo, o canal visual fica ocioso.
O melhor é combinar a narração (canal auditivo) com imagens ou gráficos (canal visual) de forma sincronizada, escolhendo a informação apresentada em cada canal para reforçar a mensag
3) Respeito à memória de trabalho
Não adianta apresentar um monte de informações e esperar que o público se lembre de todos os detalhes. A memória de trabalho (ou de curto-prazo) é bastante limitada, funcionando com um “gargalo” pelo qual a informação deve passar.
Isso limita o que pode ser comunicado efetivamente em uma palestra de 12 minutos. Além de apresentar uma mensagem principal por slide, ao apresentar gráficos ou ideias complexas, mostre um elemento por vez e guie o público passo-a-passo, ensinando-o a decifrar a informação.
Seguindo os princípios acima, as dicas e exemplos são esses:
  • Reforce a mensagem principal de cada slide
Comece por analisar se a mensagem principal de cada slide está clara.
Para melhorar a apresentação, analise cada slide e pergunte-se: “qual a mensagem principal desse slide”? “O que eu quero comunicar?” O ideal é ter uma mensagem principal por slide.
  • Evite repetição
A  dica é válida para informação apresentada de forma quase idêntica em diferentes slides. Questione se a repetição é realmente necessária ou se pode ser eliminada sem prejuízo.
  • Torne o slide “legível”
Tornar os detalhes mais visíveis, principalmente para alguém que está no fundo da sala. Algumas coisas que podem ser feitas:
  • Aumente o tamanho das letras;
  • Aumente as espessuras das linhas;
  • Remova informações desnecessárias.
Fonte:  Eduardo Yukihara no Blog Ciência Prática

Um comentário sobre “Dicas para melhorar sua palestra/apresentação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s