Você sabe o que são as bases de dados científicas?

Quando iniciamos um trabalho acadêmico, sempre recebemos a indicação de pesquisarmos nas Bases de Dados. Contudo, ao longo de nossa formação universitária, pouco nos explicam sobre o que são Bases de Dados.

Procuraremos esclarecer, de forma clara e prática, o uso dessa importante ferramenta de recuperação de informação.

O que são as Bases de Dados?

A melhor forma de explicar o que são as Bases de Dados de artigos científicos é voltar no tempo e imaginar como era feita a pesquisa nas décadas de 1960 e 1970 (sem a ampla utilização da Internet).

Para o pesquisador daquela época, a pesquisa bibliográfica consistia em ir a uma biblioteca, pegar a relação de revistas de uma determinada área e folhear página por página, volume por volume e título por título do acervo de revistas.

A partir da década de 1990, com o avanço da informatização, as bases passaram a ser dispostas em CD-Rom e posteriormente na Internet. Surgiram, então, as primeiras revistas com conteúdo disponível na web, o que representou um avanço considerável na área da pesquisa científica, gerando economia de tempo. Se há anos, se levava horas para encontrar um artigo, atualmente é possível localizar, em poucos minutos, os artigos do assunto de interesse usando um buscador no site da revista.

Quanto às revistas impressas importadas, ocorria uma demora de até seis meses para que a publicação chegasse no Brasil. Nos dias de hoje, através do uso da Internet, esse atraso foi eliminado.

Contudo, a quantidade de publicações científicas aumentou consideravelmente nos últimos 20 anos. Se anteriormente o problema era o baixo número de publicações disponíveis, agora o problema é o contrário. Há um número infindável de publicações acadêmicas e,
a cada dia, novas publicações são colocadas a disposição de todos. Atualmente, é um desafio conseguir acessar todas as informações publicadas.

E como pesquisar em todas essas revistas? Acessando site por site?

Periódicos na área da Medicina, indicados pelo Sistema de Bibliotecas da UCS

Antes de responder, cabe aqui uma informação: você sabia que só na área das Ciências Humanas o Sistema de Bibliotecas da UCS possui mais de 2.300 títulos, totalizando mais de 80.000 volumes! São muitos títulos e volumes para pesquisar.

É nesse ponto que surgem as Bases de Dados de Artigos Científicos.

As Bases de Dados foram criadas com o propósito de disponibilizar, em um único site, centenas de revistas científicas, evitando o desperdício de tempo por parte do pesquisador.

De maneira simplificada, podemos dizer que as Bases de Dados são um local onde encontramos centenas de revistas científicas e os seus respectivos artigos, sem a necessidade de ficarmos navegando por diversos sites. É importante lembrar que todas as
publicações disponíveis em Bases de Dados estão respaldadas por qualidade e originalidade, devido aos criteriosos processos de seleção.

E o que diferencia uma base de dados para outra?

Existem bases que oferecem o texto completo dos artigos e há Bases de Dados referenciais, ou seja, que indicam somente a existência do artigo, o seu resumo e em qual revista encontra-se este material.

Eu posso pesquisar os artigos dessas revistas no Google?

Em uma pesquisa no Google,  dificilmente o  usuário encontrará o texto completo. As Bases de Dados assinadas pela UCS não disponibilizam seu conteúdo gratuitamente na Internet.

Para ter acesso aos artigos na íntegra, é preciso consultar a Bases de Dados.

E por que não?

Por uma questão comercial. As revistas científicas cobram um determinado valor das Bases de Dados para permitir a disponibilização do seu conteúdo no site. Este valor é cobrado da CAPES ou da UCS no momento da assinatura com a base de dados. Tão logo, as Bases
de Dados não permitem que o buscador do Google recupere os artigos contidos em seu site.

Portal da Capes é uma base de dados?

Página inicial do Portal da Capes

Sim, mas um nível acima. O Portal da Capes é o que chamamos de metabuscador e surgiu com o intuito de disponibilizar em um único site, no mesmo buscador, várias Bases de Dados.

No  Portal da Capes você estará pesquisando em 10 diferentes Bases de Dados, ou seja, se cada base de dados disponibiliza 1.000.000 (um milhão) de artigos, multiplique isso por 10 e terás uma dimensão do seu universo de pesquisa.

Outro portal que faz serviço semelhante ao Portal da Capes é a base de dados Scopus, também disponibilizada pela UCS.

Ao longo das próximas semanas iremos disponibilizar post’s, em nosso blog, apresentando as 20 Bases de Dados,  assinadas pela Universidade de Caxias do Sul.

É só acompanhar!

About these ads

14 thoughts on “Você sabe o que são as bases de dados científicas?

    • Olá Ana,

      a diferença entre periódico e revista está na cientificidade.

      Os periódicos são publicações de caráter científicos, enquanto que as revistas são de caráter geral.

      Esta diferenciação vem do inglês, onde journal é diferente de magazine.

      Qualquer dúvida volte a entrar em contato.

      Até mais!

    • Olá Emyle,

      a Biblioteca da UCS disponibiliza tutoriais em vídeo, explicando passo-a-passo como configurar o navegador (Mozilla, Internet Explorer ou Safari).

      Os links para os vídeos são:
      Mozilla Firefox:

      Internet Explorer:

      Safari (Apple):

      Espero que ajude. Caso permaneça alguma dúvida, basta entrar em contato novamente.

      Até mais!

    • Olá Everton,

      desculpe-me, mas não conheço repositórios de materiais, para que pudesse lhe indicar um confiável.

      Creio, neste caso, que seja mais prático você conversar com docentes da sua área, para que eles lhe indiquem fontes conviáveis para a sua área acadêmica.

      Espero ter ajudado.

      Até mais!

    • Olá Everton,

      talvez a resposta fique um pouco longa, mas tentarei ser o mais breve possível.

      As bases de dados de artigos, gratuitas ou não, indexam periódicos, não artigos.
      Os artigos que você encontra nestas bases de dados são materiais publicados pelos periódicos.
      No caso de sites como o “artigos científicos da UOL”, não trata-se de uma base de dados e sim de um “Repositório de materiais”, sem validade à comunidade científica.
      E por que não têm validade para a comunidade científica?
      Porque não foi avaliado por pares. A avaliação do artigo por outros profissionais da área é uma das premissas para a validação científica de um artigo. E esta validação por pares somente ocorre em artigos publicados em periódicos científicos.
      Por isso lhe indico o site do SEER , neste site você encontrará uma lista de periódicos científicos, por área do conhecimento, e poderá escolher um para enviar o seu material.
      Espero ter ajudado, mas caso permaneça alguma dúvida, entre em contato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s